Janela

janela

Na janela eu vi passar a moça,

o rato, o homem, o sapato,

a sacola, o assalto, a vasilha,

o meu carro, a vizinha, Dona Inês,

Dona Maria, a rua 23,

a pista quebrada, o pensamento alto,

a lua dormindo, o casal de namorados,

o meu cigarro caindo e até um mar inventado.

Mas, o meu amor, eu vi só um dia.

Seu sorriso ficou, mas seu andar o levou.

Eu quase sorria.

Kariane

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s